Notícias

Aceleração do IPCA em setembro foi impulsionada pela alta dos preços de alimentação, habitação e transportes

outubro 8, 2015
Tempo de leitura 2 min

Fonte: Economia em Dia

O IPCA registrou avanço de 0,54% em setembro, conforme divulgado hoje pelo IBGE. O resultado veio em linha com a nossa projeção (0,52%) e com a  mediana das expectativas do mercado (0,53%), segundo coleta da Agência Estado. Dessa forma, o indicador acelerou em relação à leitura anterior, quando havia crescido apenas 0,22%. Nos últimos doze meses, o IPCA acumulou elevação de 9,49%, 0,04 p.p. abaixo do resultado do mês anterior (9,53%). Assim, em 2015, o índice acumula alta de 7,64%, valor superior ao teto da meta estabelecida pelo Banco Central, de 6,50%.

Quatro dos nove grupos que compõem o IPCA aceleraram em setembro, com destaque para o item de habitação, cuja alta passou de 0,29% para 1,30%. Além disso, o grupo de alimentação e bebidas saiu de uma deflação de 0,01% para uma elevação de 0,24% no período, enquanto que transportes passaram de uma queda de 0,27% para um aumento de 0,71%. Em contrapartida, o segmento de educação, que havia registrado uma expansão de 0,82% no mês anterior (movimento, em boa parte, sazonal), apresentou avanço de apenas 0,25% em setembro.

Os indicadores de inflação subjacente voltaram a acelerar no mês passado, após terem exibido menor ritmo de crescimento nas leituras anteriores, com a média dos núcleos oscilando de 0,41% para 0,55%. Dessa forma, os núcleos acumularam avanço de 7,83% nos últimos doze meses, acima dos 7,80% verificados em agosto. No mesmo sentido, o setor de serviços e o índice de difusão apresentaram comportamento altista no período. De fato, os preços de serviços cresceram 0,65% no período, taxa superior à apresentada anteriormente (0,32%), ao passo que o índice de difusão passou de 65,15% para 66,49%.

Para as próximas leituras, esperamos nova aceleração do IPCA, refletindo principalmente os reajustes dos preços de combustíveis e a aceleração do grupo alimentação.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário